logo_grupo_interclinicas.png

Atendimento 24 horas

(11) 3421-6352

Clinica de reabilitação de dependente químico

O papel do Médico Clínico Geral e do Médico Psiquiatra:

 

O médico generalista é responsável por restabelecer a saúde física do dependente e buscar um quadro clínico estável.

O dependente passa por avaliação e acompanhamento do clínico geral, realizando ampla bateria de exames, com o objetivo de ter a sua saúde física também recuperada.

 

É indispensável que seja realizada uma bateria de exames do dependente, com o objetivo de se avaliar globalmente a condição física, buscando saber exatamente o que é necessário se restabelecer no mesmo.

 

Contudo, sabemos que existem várias drogas que agem como depressoras do Sistema Nervoso Central (SNC), sendo os principais exemplos o álcool e a heroína. Nesses casos, o acompanhamento psiquiátrico é obrigatório, pois, poucas horas depois da suspensão do uso das drogas, o adicto começará a sentir os sintomas de uma forte crise de abstinência.

 

É nesse momento entra em cena a figura do psiquiatra, que vai prescrever os remédios necessários para conter essa crise. Lembre-se que a abstinência, em casos mais graves de dependência, pode até levar à morte se não for tratada adequadamente.

 

Devemos destacar que apenas um médico pode prescrever a medicação e que ela pode ser diferente para cada paciente, dependendo da sua condição. Por isso, os pacientes devem passar por consultas periódicas com os psiquiatras para acompanhar se o medicamento está surtindo o efeito desejado, se será necessário trocá-lo ou não e se a dosagem está correta.

 

Alguns dependentes tomam os remédios por um período e depois não precisam mais. Outros devem tomar pelo resto da vida. Isso depende de muitos fatores, especialmente por quanto tempo o indivíduo fez uso de drogas. O mais importante a ser destacado é que sob nenhuma hipótese um indivíduo pode deixar de tomar o medicamento ou reduzir a dosagem por conta própria, sob risco de comprometer todo o seu tratamento.

 

O tratamento psiquiátrico é parte essencial da reabilitação de quem foi dependente de drogas psicotrópicas, mas só tem o efeito desejado quando acontece em conjunto com os outros tratamentos, como terapia individual, terapia de grupo, acompanhamento nutricional, atividades físicas e outros.